Datos personales

Minha foto
Isadora Lopes,paranaense,21 anos,estudante de jornalismo. Sou apaixonada por maquiagem,cosméticos em geral,música,leitura e Jesus,sempre.

Seguidores

terça-feira, 20 de abril de 2010

18 anos e um tédio imenso.


Antes de tudo quero dizer que já tenho dezenove anos (nossa,que velha!) mas o tema do post é "meus dezoito anos".


A maioria das pessoas esperam ansiosamente por essa idade e eu também era assim. Quando completei a maioridade, eu achava que iria pra qualquer lugar,a qualquer hora. Maaas,descobri que não era bem assim!

Meus pais ainda tinham total controle sobre mim e eu,que estava em ano de vestibular, tinha horários a cumprir,não tinha carteira de motorista (que ao contrário do que muita gente parece achar,não brota simplesmente na sua mão no dia do seu aniversário) e odiava ir pra balada.
Meus dezoito anos foram completamente entediantes,e eu usei meu RG para provar a idade exatamente duas vezes. Isso foi meio chato!


Eu acho que essa idade é na verdade o ínicio de uma nova idade. Lá pelos 20 é que você vai realmente sentir a diferença entre ter 17 ou 18 anos. Aí sim você vai entender que responsabilidades existem, e que ter quinze anos e só ter que ir pra escola é muito melhor do que trabalhar um dia inteiro.
Mas,isso eu só vou poder confirmar daqui uns anos,que eu espero que demorem muito a chegar!

13 comentários:

Jeh disse...

quem nasce pra escrever, basta apenas um lapis e um papel. Vc é dmais..te amo

jessika

Ana Bitti disse...

Tudo verdade, quando eu tinha uns 10 anos, achava que ter 15 era o máximo. Hoje eu tenho 15 e nem é tão legal assim. O mesmo é com 18 anos. Que pena que carteira de motorista não brota na nossa mão né? rs
Bom feriado ;)
http://ultravioletkiss.blogspot.com/

C. disse...

Eu já estou louca para completar dezoito, e espero não passar por tal frustração rs!
Adorei o post :)

Clara disse...

Eu fui me tocar da maioriadade lá pelos 21.. até lá eu dependia dos meus pais para tudo.

Tá certo que ainda moro com eles.. mas o pensamento mudou, e muito! =)

Gostei do post ^^

prefiraasjoaninhas disse...

Isadora, sou a Mel, moderadora no Blogueando e dona do Prefira as Joaninhas. Peço desculpas por não ter respondido sobre as regras antes.
São bem simples, basta ficar ligada nos temas, não são necessárias inscrições. Os pontos avaliados são: ortografia, adequação ao tema, formato, coesão e coerência.
Obrigada pela participação, e desculpa a falta de uma resposta anterior! :)

Naty Araújo disse...

Ahhh a sua história ficou ótima.
Eu vou postar a minha amanhã ou na sexta, pq hj postei a continuação daquele texto lá rs.

Ficou ótimo o seu. Boa sorte pra todas nós, né? rs

Beijos... Tbm estou te seguindo.

Rafaela Cabral . disse...

Graças a Deus ainda to longe de grandes responsabilidades rs ! adorei aqui , adorei seus textos . estou seguindo :*

Nathy disse...

Nunca quis fazer 18 anos, até meio que entrei em depressão nessa época, fui pra psicóloga e tudo. Daria uma longa história, mas nem me inspirou a escrever sobre o tema...rs

Taynara Ambrósio disse...

liindo post
seguindo você, segue flor :

http://trueslove.blogspot.com/

Nathy disse...

Vim responder o seu comentário aqui, pra não expor lá no orkut, mas pode deletar daqui se quiser: eu tomei rivotril sim, é oq geralmente indicam mesmo, mas em doses diferenciadas de pessoas pra pessoa. Realmente é exagero. Remédios não curam na verdade. Quanto a psicóloga, eu indico pra todo mundo. Fiz 4 anos de terapia. No primeiro ano não gostava pq fui orbigada a fazer, depois voltei e fiz mais 3 anos por livre e espontanea vontade e é quando a gente decide por vontade propria é uma maravilha. Eu sinto falta ainda. É que é caro, senão eu ainda faria alguns atendimentos. Não como antes, mas faria de vez enquando.

Conversar com pastora tbm é bom, mas nunca conversei. Sou muito fechada, jamais teria coragem. Mas, quando comecei a frequentear célula, comecei a ter mais intimidade com a minha líder e ela me ajudou DEMAIS mesmo!!! Na verdade eu aprendi que quanto mais a gente fala, compratilha (claro, que com a alguém de confiança, sempre!) a gente se cura. Experiência prória! Eu até guardei uma frase esses dias, que ainda vou postar sobre isso. A frase é aseguinte: "Se esperas resultado do remédio, é preciso que mostres a ferida."

Beijos! :)

Que Deus abençoe sempre.

Bia Carvalho disse...

Desculpe a invasão, mas eu tenho uma ótima notícia!

O Blog Amor, Mistério e Sangue está estreando sua primeira promoção!!!

O prêmio para o vencedor é o primeiro volume da Série "A guerra das Sombras"

O Livro de Dinaer
Para mais informações sobre o livro
http://www.aguerradassombras.com/dinaer.html

Você não pode perder essa super promoção!!!
http://amormisterioesangue.blogspot.com/2010/04/primeira-promocao-do-amor-misterio-e.html

Bjs e boa sorte!

Andrei Vinicius Morais disse...

Estou na casa dos 18 anos quase 19. Não sei pq, mas a questão nem é "Grandes mudanças", até pq sempre fui muito independente.

Sei que 18 anos é uma coisa meio esquisita. Medo de tudo, como por exemplo, do tempo passar rápido. Rs

Obrigado pelom comentário lá no meu blog.
Beijos e até mais.

Raphael Nara Pereira disse...

Acho que a real maioridade é como a galera diz, começa aos 21
Nele vc vai ter mais senso do trampo, vai ter mais experiencias em todos os sentidos da vida

Beijos!